Nas Mãos do Artista (de John Maxwell)

"Mas agora, ó Senhor, tu és nosso Pai, nós somos o barro,

e tu, o nosso oleiro; e todos nós, obra das tuas mãos." Isaias 64.8

 

Conta-se uma história interessante de um artista inglês chamado William Wolcott, que visitou Nova Iorque em 1924, para gravar algumas de suas impressões daquela grande cidade. Uma manhã, enquanto visitava o ateliê de um amigo teve uma inspiração muito forte e queria colocar aquilo num papel. Avistou uma folha de papel na mesa de seu colega e perguntou, - "Posso usar isto?". Seu amigo falou, -"Este papel não é papel de desenho, é apenas um papel comum."

Sem querer perder a luz de sua imaginação, Wolcott pegou o papel e disse, - "Nada é comum se você sabe o que fazer com ele". Naquele pedaço de papel tão simples Wolcott fez duas gravuras. Mais tarde, no mesmo ano, uma daquelas gravuras foi vendida por US$ 500.00, e a outra, por US$ 1,000, um valor considerável para o ano de 1924.

As pessoas sob a influência de uma pessoa capacitada são como papeis nas mãos de grandes artistas. Não importa fo que são feitos, podem se tornar grandes tesouros.

 

Bj a todos vcs

 

(Tradução livre de marcos a camargo e silva)

De: Tornando-se Uma Pessoa de Influência, de John C. Maxwell

 

Trabalho x Propósito

TRABALHO X PROPÓSITO

A diferença, muitas vezes, se apoia nas estratégias “erradas” que são escolhidas para a tomada de decisões de carreira e as estratégias “certas” apresentadas ao longo da vida. Pessoas afirmam que “você pode fazer qualquer coisa que estabelece em sua mente para cumprir”, ou, “vai ter que se contentar em encaixar um círculo de madeira num espaço menor e quadrado”. O director de carreiras, Jan Strydom, que me inspirou nesse artigo, pergunta:  – “O que é mais importante? Estilo de vida, gratificações, salário, fazer somente o que os pais dizem que é sua profissão, ou escolher uma carreira que se encaixa perfeitamente a quem você é?”. Melhor viver num cenário que recebe conselhos e orientações de profissionais que podem apresentar uma perspectiva mais objetiva e realista. Mas, para isso acontecer, observe o que é oferecido todos os dias!

 

Erros comuns ao tomar decisões de carreira:

 

  • Escolhe o primeiro emprego ou o mais fácil de conseguir.

  • Escolhe um trabalho baseado no salário.

  • Escolhe um trabalho só por causa do título.

  • Assume um trabalho porque lhe foi oferecido.

  • Escolhe um trabalho porque é isso que seus pais querem.

  • Escolhe um trabalho porque este é o sonho de seus pais.

  • Escolhe um trabalho porque é tudo que pode fazer em virtude de sua habilidade.

 

Há muitos trabalhos para fazer e escolher, mas que, não são necessariamente os que se ajustam ao plano individual. Somos projetados e nascemos para algo que envolve as habilidades mais marcantes, o tipo de personalidade e as motivações mais sinceras; mesmo assim, há muitas escolhas diferentes e boas para cada um.

 

Como tomar boas decisões de carreira:

 

  • Identifique seu propósito de vida.

  • Descubra suas inclinações naturais e como utilizá-las mais efetivamente.

  • Investigue as várias ocupações que se encaixam em seus talentos e personalidade.

  • Busque uma confirmação em quem o criou: Deus!

  • Busque um alvo e desenvolva um plano de como chegar lá.

  • Aprenda a gerenciar sua carreira.

  • Nunca se esqueça: aprender sempre; busque a especialização constantemente.

 

Conclusão:

 

É comum tentar fazer as coisas de modo errado! Alguém decide no trabalho, estabelece resultados que deseja alcançar e daí pede para Deus abençoar SUA decisão. Então, tenta desesperadamente se encaixar dentro das demandas subsequentes. Se fizer assim, rejeita o controle Divino e estabelece uma barreira naquilo que seria compatível com os dons e talentos que recebeu ao nascer.

A identificação dos talentos, habilidades, personalidade e o entendimento do quanto melhor isto pode ser acesado no dia a dia é o que pode gerar sucesso e separando os fracos das pessoas felizes e com propósito. Todo resultado deve ser apresentado de volta a Deus e isto é obrigação se vamos desejar continuar tomando decisões certas em nossa carreira.

 

(Marcos A de Camargo e Silva, formado em Telecomunicações pela Oral Roberts University, nos EUA, pastor e coach. É credenciado para fazer a avaliação de carreiras do Career Direct, treinado no Haggai Institute, no Curso de Liderança Avançada.  Texto baseado em artigo de Jan Strydom Diretor do Career Direct Global)